15 mil fãs ao rubro no concerto de Tony Carreira

Tony Carreira voltou a esgotar duas noites de concerto no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, tratando-se do artista português a encher mais vezes esta sala lisboeta. Na primeira noite, sexta-feira, 26 de Novembro, 15 mil fãs entoaram as várias canções do repertório de mais de 20 anos de carreira do artista.

Daniel Pinto Lopes

O espectáculo começou com a descida do baterista numa plataforma móvel sustentada no tecto. De seguida os focos voltam-se para o palco e restantes músicos. No corredor central, no meio da área ‘vip’, Tony Carreira caminha até ao estrado, rodeado de vários seguranças, e a interpretar o tema “Até Ao Fim Dos Meus Sonhos”

Foi recebido com euforia e o nome “Tony” ecoava pelos quatro cantos do Pavilhão Atlântico. Tony Carreira agradeceu a presença do seu “magnífico” público e fez questão de salientar o facto de ser o artista que mais vezes actuou naquela sala lisboeta. “A primeira vez que pisei este palco foi há sete anos atrás. Ainda era virgem”, brincou.

Após terem sido interpretadas algumas canções, Tony Carreira quis dar a conhecer ao público a “sensação” de estar em cima daquele palco. Escolheu ao acaso e Fátima, proveniente da Batalha, foi a felizarda e teve a oportunidade de saudar os 15 mil fãs presentes.

Já no meio do concerto e no decorrer da interpretação de um ‘medley’, uma avaria técnica obrigou Tony Carreira a lidar com as “coisas do directo”. Para remediar a situação, pediu ao seu pianista para tocar os acordes de uma música “não incluída no repertório”- “Por Ti”.

Mais tarde, um pano vermelho desceu sobre o palco. Em cima deste ficaram Tony Carreira e alguns dos seus músicos, num registo mais informal. Sentado numa cadeira, o músico português chamou o seu “anjo da guarda” – o produtor Ricardo Landum. Juntos cantaram mais algumas canções.

Já perto do final do concerto, o pano vermelho subiu e revelou uma nova faceta do espectáculo de Tony Carreira. Uma mini-orquestra de violinos e violoncelos serviu de base às últimas músicas definidas no alinhamento.

Posteriormente, saiu de palco e, perante a insistência do público, regressou para a derradeira parte do concerto. “A Vida Que Eu Escolhi”, “Obrigado” e “Este Sabor de Ti” encerraram o primeiro de dois espectáculos em Lisboa.

Uma longa fila de fãs permanecia no interior do Pavilhão Atlântico e aguardava pelo habitual autógrafo de Tony Carreira.

O músico português vai estar este domingo, 28, às 22:30, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, para fazer o lançamento oficial do seu novo disco “O Mesmo de Sempre”. “A Saudade de Ti” é o tema de estreia e já foi revelado no concerto deste fim-de-semana.

27 de Novembro de 2010 às 5:40

Os comentários estão fechados